3.

Remoção dos Dentes do Siso

Dentes do Siso - Terceiros Molares

Os dentes do SISO são os terceiros molares superiores e inferiores. Normalmente esses dentes encontram-se inclusos/impactados nos maxilares, devendo ser removidos. Como regra geral, todo o dente do siso incluso/impactado deve ser removido a menos que essa remoção seja contraindicada. Um dente incluso/impactado é aquele que não consegue erupcionar, não atingindo sua posição normal na arcada dental dentro do tempo esperado.
 Ainda que a maioria dos dentes inclusos/impactados seja representada pelos terceiros molares, outros dentes podem estar inclusos/impactados, como o canino e pré-molar.

Muitas vezes os dentes do siso inclusos/impactados não são removidos até que alguma complicação apareça, mas os estudos indicam que esses dentes, sempre que possível, devem ser removidos cirurgicamente quando o paciente é jovem, a fim de prevenir futuros problemas, como a formação de CISTOS e TUMORES, infecção dos tecidos ao redor do dente, reabsorção radicular do dente vizinho, dor de origem desconhecida e fratura patológica do ângulo da mandíbula. Além da prevenção dos eventos citados, os dentes do siso inclusos/impactados ou não, tem indicação de serem removidos para facilitar o tratamento ortodôntico, criando espaço posterior para a movimentação dental realizada pelo aparelho ortodôntico, e também preservar a saúde periodontal (gengiva, ligamentos periodontais e tecido ósseo).

SISO 01.jpg

Infecção:

A pericoronarite do dente do siso é bastante frequente, e apesar de não ser uma afecção exclusiva dos sisos, é nestes dentes que ocorrem a quase totalidade dos casos. Ocorre principalmente nos sisos inferiores, pois o espaço existente entre a coroa destes dentes e a gengiva constitui uma área ideal para a acumulação de restos alimentares mais difíceis de remover durante a escovação, favorecendo, desta forma, a proliferação de bactérias. Quando negligenciada, a pericoronarite apresenta um potencial risco de disseminação para as estruturas adjacentes, promovendo processos infeciosos mais graves e bem mais difíceis de tratar.

SISO 03.jpg

Apinhamento Dental:

Dentes do siso impactados podem contribuir para o apinhamento de seus dentes. Isso é mais perceptível com os dentes da frente, principalmente os inferiores e é mais comumente visto depois que o paciente usa aparelho. Dentes do siso inclusos/impactados podem ser um fator contribuinte para o apinhamento dentário. O motivo da remoção dos dentes do siso inclusos/impactados é principalmente para evitar danos a longo prazo aos seus dentes, gengivas e ossos dos maxilares.

SISO 02.jpg

Formação de Cistos e Tumores:

Uma das principais complicações do dente do siso incluso é o surgimento de cistos e tumores. O desenvolvimento de cistos e tumores ocorre por conta do saco pericoronário, que é uma espécie de capuz que envolve o dente e tem a função de estimular o seu crescimento. Quando existe espaço para o siso nascer, esse capuz é expelido pelo corpo após a erupção do dente. Quando isso não ocorre, o saco pericoronário fica dentro do osso junto com o dente e por algum estímulo como inflamação ou trauma ele pode desenvolver um cisto ou tumor.

SISO 05.jpg

Danos nos Dentes Adjacentes:

Se houver espaço insuficiente para limpar ao redor do dente do siso, o dente diretamente na frente, o segundo molar, pode ser afetado adversamente, resultando em doença gengival, perda óssea ao redor do dente e / ou cárie.

A cirurgia para remoção dos dentes do siso não é demorada. Passar 2 ou 3 horas na cadeira do cirurgião dentista para remover o dente do siso, nos dias de hoje, é algo inconcebível. As técnicas cirúrgicas e os instrumentais atuais, permitem a realização da cirurgia com segurança, rapidez e sem complicações. Muito importante para  evitar complicações é o diagnóstico e planejamento corretos através da utilização da tomografia computadorizada. Somente através dela é possível saber exatamente a posição do dente incluso/impactado em relação as estruturas anatômicas adjacentes, principalmente do feixe vásculo-nervoso alveolar inferior, que se for lesado irá provocar uma parestesia (dormência/falta de sensibilidade) no lábio inferior do mesmo lado. Atualmente remove-se os quatro dentes do siso impactados em uma única cirurgia, de mais ou menos 1 hora. Recomendo que essa cirurgia seja realizada no hospital com o paciente dormindo, trazendo muito mais conforto e segurança para o paciente. Por isso é importante que a cirurgia seja realizada por um especialista em cirurgia bucomaxilofacial.